CIRCULAR 038/2018

O TEXTO ABAIXO SE REFERE AOS DILEMAS SOBRE A ESCOLHA DA MELHOR ESCOLA. LEIAM E REFLITAM. CONTAMOS COM VOCÊS EM 2019!

ESCOLHA DA ESCOLA

"Final de ano é hora de matricular seu filho. Tarefa árdua, mas necessária! Quem pensa em matricular o filho na escola a partir do ano que vem, já está entrando em “parafuso” para definir qual vai ser a instituição eleita a educá-lo e formá-lo nos próximos anos.

            Dicas e palpites não faltam. Vizinhos comentam a imagem que “ouviram” de terceiros sobre determinadas escolas; rankings ou tabelas em veículos da mídia também são suficientes para denegrir ou enaltecer a imagem de algumas instituições.

            No entanto, apesar da “opinião” geral sobre algumas escolas e, imagens formadas através do “boca a boca”, é fato consumado entre educadores especialistas que, não existe a “melhor escola”. A melhor escola é a que faz seu filho feliz!

            E como encontrar a escola que fará seu filho feliz?

            “A pátria não subsiste sem liberdade, nem a liberdade sem a virtude, nem a virtude sem os cidadãos (...) Ora, formar cidadãos não é questão de dias; e para tê-los adultos é preciso educá-los desde crianças. ” (Rousseau).

            Essa é a cara da escola do futuro! A escola que prioriza a formação do cidadão ético, democrático, que tenha uma formação moral e saiba distinguir com segurança, o caminho do certo e do errado.

            Tão importante quanto o aspecto econômico na hora de escolher a melhor escola para seu filho, é investigar o que a escola oferece, qual a metodologia utilizada, tomar conhecimento da sua filosofia educacional e dos valores veiculados por toda a equipe.                                                                

QUAL ESCOLA ESCOLHER?

            Todo pai quer a melhor escola para o seu filho. No entanto, na hora de optar por ela, sente-se no meio de uma encruzilhada. Como acertar o melhor caminho? Existe essa melhor escola? Ou a melhor é aquela que vai ao encontro das expectativas da família? Mas quais seriam essas expectativas?

            Segundo Silvia Amaral, a escola ideal é aquela mais adequada aos valores dos pais e às características do filho. “Estas angústias fazem parte do processo. E que bom que elas existem! Pior seria se os pais não parassem para pensar o quanto à escolha de escola é importante. ”

            O fato é que esse momento é crucial para o personagem central dessa história – a criança e ou Adolescente. Sabe-se que o que se aprende nos primeiros 6 anos de vida de um indivíduo não se compara a nenhuma outra fase de sua vida. Não é mais aceitável nos dias de hoje desperdiçar tanta potencialidade.

            Pois então, o certo seria procurar uma instituição que enxergue a criança da Educação Infantil como um futuro profissional competente, apto a conquistar seu lugar ao sol num mercado cada vez mais competitivo? Quem pode garantir que daqui a mais ou menos 20 anos, quando seu filho entrar para o mercado de trabalho, os valores eleitos pelas escolas high-techs de hoje ainda estarão vigentes?

            Na outra ponta estão escolas que priorizam a criança como criança. Simples assim. Valorizam a infância, suas fantasias e aproveitam toda a potencialidade infantil, propondo desafios e contribuindo para a qualidade das conquistas. Nesse tipo de instituição, a criança chega em casa no fim do dia suja de terra ou tinta, às vezes com o sapato na mão e cheia de coisa para contar. No dia seguinte, quer voltar.

            No entanto, esta não é uma dúvida só de famílias que procuram a primeira escola, mas também de quem precisa escolher o primeiro berçário. Hoje em dia, creches e berçários desempenham uma função diferente do que a de algum tempo atrás. Longe do conceito de “guardadores de crianças”, estas instituições deixaram de apenas prestar o serviço de babás, passando a explorar as situações do cotidiano do bebê transformando-as em momentos de aprendizado. Está provado que bebês que frequentam berçários, que recebem estímulos na medida certa, saem na frente no que diz respeito à liberdade, autonomia, desenvolvimento motor e da linguagem.

            Acham ainda que em uma estrutura menor, seu filho vai receber uma atenção mais personalizada. Valorizam também uma metodologia moderna e, principalmente, uma linha de diálogo aberta constantemente com as pessoas que vão participar do dia-a-dia de sua criança."

 

CAMPANHA SOLIDÁRIA 8º E 9º ANO

OS EDUCANDOS DO 8° E 9° ANO ESTÃO ARRECADANDO:

  • Caixa de leite desnatado

  • Lenços de cabelo

  • Gelatina diet

Em prol do hospital do câncer.

Contamos com sua colaboração

ESTAMOS ARRECADANDO TAMBÉM ATÉ 05/11 (segunda-feira)

  •  Fraldas Geriátricas G

  •  Escova e pasta dental

  •  Sabonete

  • Hidratante corporal